Blog

Estamos atentos às novidades, tendências e transformações. Compartilhamos ideias, pensamentos, questionamentos, referências e inspiração.

Tag: smwsp

Post

Social Media Week – São Paulo – Dia 02

Mídias Sociais 3×3

O segundo dia de Social Media Week começou com a discussão “Mídias Sociais” 3 x 3, onde três profissionais de diferentes empresas, (Marcelo Salgado, Gerente de Redes Sociais do BradescoMaristela Mafei, Presidente da Máquina Comunicação e Ilca Sierra, E.Commerce Marketing Manager do Magazine Luiza), moderados por Jackson Fullen, sócio da Sixpix Contentapresentaram seus pontos de vista sobre as relações entre marcas e cliente final.


Ao apresentarem cases como o poema do Bradesco e o recém lançado Magazine Você,  eles mostraram que a redes sociais construíram um novo hábito do consumidor, e que é importante estar sempre ciente do que se passa na cabeça deles, para oferecer novas formas de relacionamento. Para finalizar, afirmaram que nas redes sociais o foco deve estar na relação com os clientes, e não no serviço prestado. Mas nem por isso ele deve deixar de existir.

_

You’re Doing it Right!

No Learning Stage (sala com menor capacidade, porém com as melhores palestras), Ian Black (CEO da New Vegas) e Solon Brochado (Diretor de Planejamento da DM9 Sul) falaram menos de mídia e mais de social. Afinal, apesar do uso massivo do marketing e da propaganda, a verdadeira essência desses meios é a relação entre as pessoas.

Com esse argumento, foram citados alguns cases de caráter mais humano, que usaram as redes sociais para fazer o bem.

SOCIAL
Shoot the Shit – jogando golf nos buracos das ruas de Porto Alegre.
Riot Cleanup – ajudando a recuperar áreas que foram afetadas pelas manifestações de Londres.
Vote na Web - monitorando seu candidato durante todo o mandato.

SAÚDE
Google flu – detectando possíveis epidemias de gripe através de citações na rede.
E-patients e Patients like me – pessoas que sofrem de doenças não tão comuns debatem com médicos e outros interessados sobre esses problemas.
Carly’s Voice – menina autista que não consegue falar, mas explica através de um blog como funciona a sua vida e a de outros à sua volta.

POLÍCIA
Operation Tidal Wave e Cold Case Initiative (Fbi) – redes de identificação de criminosos criadas pela polícia na Internet.

Quando indagado pelo público sobre a responsabilidade da mídia nesse tipo de ação, Ian Black foi direto, e disse que ninguém deve depender de outros para tomar esse tipo de iniciativa. E que se o problema da execução estiver na arrecadação de fundos, basta procurar um site de financiamento coletivo e encontrar outros interessados em sua causa.

Para finalizar, foi firmado um compromisso com os presentes: a participação no Projeto adote uma banda, aonde cada Social Media ficará responsável por uma banda que goste e acredite, e usará toda a sua expertise para que ela faça sucesso através da Internet.

_

A Kloutifcação da Sociedade

Rosana Hermann, Fábio Rex e Edney Souza debateram um ponto muito importante: em redes baseadas em relacionamento, como definir,  quantificar e qualificar a relevância de cada usuário? Para isso , muitas empresas hoje utilizam o Klout, ferramenta que define uma nota para cada usuário, de acordo com as atividades que ele exerce em cada rede social, e como elas são recebidas pelos seus seguidores. Como esse número é constantemente mutável, ocorre uma espécie de SEO na ferramenta, o que faz com que pessoas não tão relevantes assim passem a ter notas altas. Até que ponto isso pode ser relevante?

_

#Redemis: Informação ou Rumor?

Como fazer apuração jornalística nas redes quando as informações vem de todos lugares e urgem? Foi a pergunta respondida por Rosana HermannMarcelo Zorzanelli (editor da Revista Alfa e redator do Sensacionalista), Gilmar Lopes (editor do E.Farsas), Jose Luiz Goldfarb (#RedeMIS) e Diego Iraheta (Brasil 247). Apesar do bate-papo ser extenso e confuso, a resposta foi unânime: em primeira instância, desconfie de tudo.

Categoria

3bits recomenda

Tag

, , ,

Interação

Comente (0)
Compartilhe

Post

Social Media Week – São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

O Social Media Week é um evento global realizado simultaneamente em 21 países e focado em refletir sobre como as mídias sociais estão impactando e mudando governos, corporações e a sociedade como conhecemos.

Estamos em São Paulo para cobrir a edição brasileira do evento, que vai até o dia 16/02. São 4 espaços diferentes, abordando diferentes aspectos das mídias sociais: Think Tank Stage (keynotes), Learning Stage (dados e ideias), Practice Room (workshops) e Brainstorm Room (conversação).

Como as agendas são simultâneas, iremos listar o que rolar de mais importante em cada dia.

DIA 1

Sérgio Valente estava certo?

Essa pergunta se refere ao episódio onde o presidente da DM9 disse que os modelos de agências ditas tradicionais ou digitais estavam mortos, e um novo modelo se faz necessário.

Representando a DM9, Moa Netto disse que a agência está “em cima do muro” entre o tradicional e o digital, e pensa mais em ideias do que em que mídias tradicionais. Já os outros debatedores disseram que o cliente é quem precisa controlar as grandes agências, que sempre vão preferir anunciar em grandes mídias, por causa do bevê.

Além disso, foi discutida a necessidade dos clientes terem múltiplos fornecedores, cada qual com o foco em uma solução. Marcelo Tripoli, CEO da iThink, disse que esse tipo de postura é importante, e os clientes já veem isso. Essa constatação foi confirmada por João Bell, da Vivo, que disse que embora seja confuso lidar com a multiplicidade, é necessário.

Por que fazer videoclipe pra TV se o público tá todo na Internet?

O músico Esdras Nogueira e o produtor Fabrício Ofuji, da banda Móveis Coloniais de Acaju, se juntaram ao Creative Freakout Steve ePonto para mostrar que com boas ideias (e às vezes pouca grana) é possível fazer uma excelente comunicação com o público na web. Foram apresentados os cases das ações que levaram aos clipes de O Tempo e Dois Sorrisos, e no final o público pode conhecer o mais recente projeto da banda, Ctlr+Alt+Móveis, que começou com um vídeo interativo produzido durante a Campus Party e tem como objetivo desenvolver novas ideias criativas para o mundo da música.

Verdades, mentiras e social media!

Numa conversa descontraída entre amigos, Ken Fujioka e os (grandes) planners Aldo Pini, Daniel de Tomazo, Eduardo Lorenzi e Patrice Lamiral debateram o futuro dos “especialistas em social media”, a não necessidade de ter um planejamento focado na área, e comentaram alguns #fails dos quais fizeram parte. Além disso, ressaltaram que é desnecessário perder tempo falando de métricas super específicas da Fan Page (likes), quando temos objetivos bem maiores.

Não é só mais uma Rede Social. É uma Mídia Social!

O evento foi finalizado pelo Social Media Marketing Executive da 55 Social, Emílio Maciel, que conduziu um bate-papo intimista sobre sua empresa e as visões de cada um dos presentes sobre o mercado.

Voltamos em breve com a cobertura do Social Media Week SP!

Categoria

3bits recomenda

Tag

, ,

Interação

Comente (0)
Compartilhe